Artigos

IMBR Agro: Uma Poderosa Ferramenta na Gestão de Riscos das Seguradoras

No último artigo compartilhado pela IMBR Agro, o foco esteve em apontar que, apesar de a agriculta se apresentar como uma atividade de alto risco, dado o seu contexto sistemático, a presença de novas tecnologias de Big Data e Machine Learning, assim como as soluções da startup, possibilitam maior segurança e previsibilidade às operações financeiras no campo. Mais especificamente, neste artigo, falaremos sobre a utilização dos produtos da IMBR Agro no contexto do seguro agrícola.

O Seguro Agrícola no Brasil

Antes de falar em processos, é importante destacar o que é e como funciona o seguro agrícola[1]. Esta modalidade é destinada à cobertura de perdas na atividade agrícola, muitas vezes ocasionadas por conta de fatores agrometeorológicos, que afetam o crescimento da planta. Além disso, tratando-se do objeto do seguro, ou seja, do interesse segurável das apólices desta modalidade, que determinará o Limite Máximo de Indenização (LMI) ou de Garantia (LMG)[2], pode-se citar:

  1. Seguro de Produtividade e Custeio: LMI é calculado com base no valor do desembolso com custeio na lavoura e a indenização é paga quando a produtividade obtida é menor do que a produtividade segurada, impossibilitando o pagamento do valor de custeio;
  2. Seguro de Produção: LMI é calculado a partir da relação entre a produtividade garantida para a área segurada multiplicada pelo preço da commodity no momento da contratação da apólice. Caso o sinistro seja acionado, o preço considerado é o mesmo do início do período de vigência do produto financeiro; e
  3. Seguro de Faturamento: LMI é calculado a partir do faturamento esperado, o qual considera uma estimativa de produtividade, preço futuro e o nível de cobertura contratado. Paga-se a indenização se o valor do faturamento, no momento da colheita, alcançado pela produtividade obtida e pelo preço praticado, for menor do que aquela previsto na apólice.

Todos estes produtos destacados acima serão resultantes de um processo de subscrição de seguro, ou seja, o método que a seguradora utiliza para avaliar os riscos de uma demanda pelo seguro, determinar o prêmio a ser cobrado, avaliar os termos do contrato (produtividade esperada, preço da cultura e nível de cobertura) e monitorar a decisão tomada. Note que se trata de uma atividade nada trivial a qual, sem as informações e o conhecimento correto, pode levar a erros de análise, os quais, em última instância, encarecem os produtos, afastam a demanda, reduzem a pulverização geográfica e aumentam os indicadores de riscos financeiros da instituição.

 

A Atuação da IMBR Agro

Para todo problema complexo, demanda-se uma solução completa, quer dizer, uma solução que traga agilidade, eficiência e transparência às tomadas de decisões das seguradoras. São estes os pilares da IMBR Agro, uma gestora de riscos baseada em data science, e para clarificar isto, traz-se os exemplos abaixo.

O produto da IMBR Agro não pode ser configurado com algo único, mas, sim, como uma ferramenta de análise, em outras palavras, como informações adicionais ao processo de subscrição. Para ser mais exato, a partir da informação geolocalizada compartilhada (um polígono de produção de soja, por exemplo), o sistema operacional da startup é capaz de:

  1. Recolher dados históricos da área referentes à agrometeorologia e ao mercado;
  2. Estimar a produtividade da cultura agrícola no polígono, a partir de simulações de data de semeadura, tipo de solo e ciclo do cultivar;
  3. Determinar, para o histórico avaliado, o armazenamento de água no solo, avaliando o motivo de quebras de produção;
  4. Apontar o hedge ótimo a ser utilizado na comercialização daquela cultura naquele local; e
  5. Classificar aquela operação com base no IMBR, o índice de risco da IMBR Agro que vai de 0 a 100, sendo 0, 0% de chance de êxito na próxima safra, e 100, 100% de êxito.

Todas estas informações podem ser acessadas, tanto através da I.R.I.S, software de avaliação de risco da startup, quanto pela API da IMBR Agro, com um tempo de resposta de, aproximadamente, dois segundos por cenário e por polígono de produção. Esta agilidade, portanto, permite à seguradora utilizar o sistema da IMBR Agro para aumentar a robustez de suas análises.

  • Classificação como estratégia comercial e de subscrição: a instituição pode, com base no IMBR, classificar todas as suas apólices, a fim de ter conhecimento melhor sobre possíveis novas solicitações de seguro e sobre estratégias comerciais em regiões que possua poucas apólices contratadas. Feito este processo inicial de classificação, pode-se montar as condições ideais de cobertura ao cliente, conforme as demais informações que a startup disponibiliza, além de monitorar, dia a dia após a semeadura, as probabilidades de quebra de produtividade das áreas seguradas!
  • Montagem de novos produtos – Seguro Paramétrico: o seguro paramétrico é ainda incipiente no Brasil, de todo modo, experiências internacionais apontam que este pode ser um grande catalisador das operações de seguro no país. O algoritmo da IMBR Agro pode identificar valores de gatilho com alta precisão, a partir do cruzamento de informações agrometeorológicas, a fim de que o cálculo de Expected Loss e do Prêmio sejam adequados e condizentes com o limite da operação.

A ideia de se trabalhar com Big Data e Machine Learning é muito atraente nos dias atuais, contudo, não se enganem, para uma boa gestão, é necessário que os dados se convertam em conhecimento e, para isso, as melhores práticas sempre devem ser empregadas, assim como a IMBR Agro faz com muita responsabilidade. O resultado disso pode ser visto na presença da startup no mercado, que tem a honra de conduzir trabalhos deste porte com a Brasilseg, uma empresa BB Seguros, líder de mercado de seguros rurais, que sempre busca inovar para trazer maiores e melhores benefícios aos seus clientes, além de outros importantes players.

Auxiliar a agricultura nacional está cada vez mais palpável, em virtude do advento de novas tecnologias. Cabe a nós empresas do agronegócio, estarmos aberta à inovação!

 

[1] O seguro agrícola é uma das modalidades do seguro rural, o qual pode também ser considerado como o seguro patrimonial rural, o seguro florestal, o seguro pecuário e o seguro de vida do produtor.

[2] O Limite Máximo de Indenização ou de Garantia indica o valor da indenização caso alguma intempérie coberta pela apólice ocorra.